10 de jul de 2013

Turísmo em Machu Picchu no Peru

Machu Picchu ou Machu Pichu, é um monumento ou cidade sagrada dos Incas, descoberto no ano de 1911 pelo antropólogo norte-americano Hiram Bingham, que estava à procura da legendária capital inca de Vilcabamba.

Dizem que era habitada somente em alguns períodos especiais e que sua população era formada pelo topo da pirâmide da sociedade inca, ou seja, seus nobres e sacerdotes.

Machu Picchu localiza-se no Peru, na Cordilheira dos Andes, e é considerada uma histórica cidade perdida, sendo totalmente erigida com pedras no topo de uma montanha a mais de 2400 metros de altitude, dando a ideia de proximidade com o divino.

Por ser uma sociedade antiga de forte inclinação religiosa, os incas construíram Machu Picchu em adoração ao deus sol, pontuando praças, cemitério e casas em lugares estratégicos para dar passagem à divindade adorada.

A cidade tem cerca de 530 metros de comprimento e 200 metros de largura, onde se contabiliza mais de 170 recintos. O local é dividido pela zona agrícola, que ficava ao leste e contava com uma complexa estrutura que permitia o desenvolvimento da agricultura; e a zona urbana, onde fica localizada a maioria dos templos e casas. As áreas são divididas por um muro de cerca de 400 metros de comprimento.



Machu Picchu fica no sudoeste do Peru, fazendo parte do departamento de Cuzco, mas a 112 km a noroeste da cidade. São cerca de 03h30min em trem de Cuzco a Águas Calientes, daí mais 8 km até Machu Picchu.

Atualmente, Machu Picchu preserva apenas 30% de sua estrutura original – o restante foi restaurado com encaixes de pedras menores mais espaçadas. É considerada patrimônio mundial pela UNESCO e um dos principais destinos dos turistas que visitam a América Latina.

Para brasileiros, na viagem tradicional não pode faltar o boliviano Trem da Morte. Chegando a Corumbá (MS), o viajante segue até Puerto Quijarro para tomar o trem para Santa Cruz de La Sierra.

De lá pode partir para La Paz (maior cidade boliviana e capital administrativa do país) e pegar um avião para Lima (capital peruana) ou seguir rumo à Copacabana (ainda na Bolívia), na margem oriental do Lago Titicaca.

Do outro lado está a peruana Puno de onde é possível seguir para Cuzco e Machu Picchu.

Mais de 25.000 viajantes por ano escolhem chegar à cidadela pelos 43 km de trilha na mais bela paisagem andina, em meio às montanhas e às construções desta civilização pré colombiana.

A caminhada árdua começa na localidade de Qorihuayrachina, a altura do quilômetro 88 da ferrovia Cuzco – Quillabamba. São 3 ou 4 dias de caminhada.

O que achou de Machu Picchu ?